Presença na mídia   « Voltar

Advogados e empresários debatem marketing jurídico na Amcham Rio

 


A Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (Amcham Rio) realizou no dia 04 de setembro (terça-feira),debate sobre as possibilidades e os desafios do marketing jurídico. O objetivo do encontro foi entender a importância de utilizar essa ferramenta para divulgar marcas jurídicas com criatividade, destacando-se em um mercado cada vez mais competitivo. Entre os palestrantes estavam o sócio do escritório Dannemann, Siemsen, Bigler & Ipanema Moreira Attilio Gorini; o consultor de marketing Marco Antonio Gonçalves e o sócio responsável pela área de Marketing do escritório Veirano Advogados, Otávio Carneiro. O chairperson do Comitê de Marketing da Amcham Rio, Noel de Simone, foi o mediador.

Durante a palestra, Marco Antonio Gonçalves ressaltou que há ainda certa resistência por parte de juristas no uso de ferramentas de marketing. Isto acontece, segundo ele, por diversos motivos. “Falta a cultura do planejamento estratégico, incluindo canais de divulgação interna e externa, e o envolvimento dos advogados na execução das ações. Hoje, até para se destacar da concorrência o marketing é fundamental. Esse tipo de ferramenta tem que ser vista como instrumento de oportunidade de atração de novos clientes e de tornar as marcas reconhecidas como formadoras de opinião”, afirmou Gonçalves, frisando que para que o plano de marketing seja executado e alcance sucesso é preciso o envolvimento, a dedicação e a doação de tempo dos advogados do escritório a ser trabalhado, e não apenas da área de Marketing.

O sócio do escritório Dannemann, Siemsen, Bigler & Ipanema Moreira, Attilio Gorini, também destacou a importância do marketing no meio jurídico. “Por mais que os escritórios transmitam segurança e solidez para os clientes é preciso divulgar a marca e se tornar referência. No momento da feitura do plano deve-se identificar os objetivos que os sócios pretendem alcançar, como, por exemplo, expandir setores pelos quais o escritório é menos conhecido. Sair da zona de conforto é um bom exercício. Neste caso, a internet é uma ferramenta aliada, assim como o endomarketing”, afirmou Gorini.

Outro ponto importante de um planejamento estratégico de marketing, com ações de comunicação e marketing conjugadas, foi lembrado pelo sócio do escritório Veirano Advogados, Otávio Carneiro. “Uma assessoria de imprensa eficaz trabalha bem a parte institucional do escritório. Não há interesse, por exemplo, em volume de matérias, mas em aparecer em reportagens e artigos de veículos selecionados e lidos por seus clientes. Outro fator que faz a diferença no marketing jurídico é o contato com associações e câmaras, como a Amcham Rio, que lhe conferem maior representatividade”. Todos os palestrantes concordaram que o marketing jurídico veio para ficar e deve ser entendido como um centralizador e distribuidor de informações dentro e para fora do escritório.

Sobre o artigo

Veiculada no site:
  • Câmara de Comércio Americana [04/09/2012]

Veiculado na publicação:
  • Brazilian Business - Revista da Câmara de Comércio America para o Brasil, n°277 [Set-Out/2012]

Novidades por e-mail

Assine o feed RSS ou informe seu e-mail para receber as novidades:



Compartilhe



Em destaque

O estado do marketing jurídico: Brasil & México


Facebook




Twitter

© 2007-2017. Todos os direitos reservados.